Tudo é crença

Tudo que se passa na nossa realidade é a materialização das nossas crenças. O que entra na nossa cabeça e que damos fé, e que insistimos em manter no pensamento ou em discutir com outras pessoas, é o que acabamos por ver se passar na nossa realidade.

Se as pessoas comuns soubessem dessa verdade, que não é nenhum segredo, elas estariam combatendo aqueles que manipulam a opinião delas e a forma de elas pensarem. Estaríamos vivendo um mundo onde ninguém é superior a ninguém, onde não haveria classes sociais e todos seriam iguais.

O mundo seria completamente diferente e não haveria lugar para discórdia e ganância. Isso porque todos os indivíduos estariam cuidando de seus próprios interesses. Crendo somente naquilo que lhe fosse favorável, no que lhe trouxesse vantagens, benefícios, para que pudesse prosseguir, e feliz, com a sua existência.

O caos no mundo acontece porque somente as pessoas famosas ou as bem sucedidas é que conhecem e usam essa verdade. E, então, elas procuram manipular as que não sabem ou que não usam esse conhecimento para que possam ter pra si tudo o que elas desejam, o que elas equivocadamente pensam ser preciso manipular pessoas para se conseguir. Ou por não terem muita confiança com relação à igualdade ou por preferirem agir assim porque acham divertido manipular pessoas.

Podemos imaginar que haja no mundo uma divisão entre grupos de pessoas que querem o mundo de um jeito e grupos que querem o mundo de outro jeito. E no meio dessa divisão estão aqueles que não ousam crer naquilo que querem para si e acabam se submetendo a vontade dos outros e crendo naquilo que esses  outros colocam na cabeça dos que eles alcançam. Se nessa divisão os grupos forem do mesmo tamanho, com cada um pensando o seu interesse, não haveria efeito e a realidade coletiva seria a mesma para cada grupo, não penderia para o lado de ninguém.

Como se fosse um braço de guerra, com cada grupo puxando a corda para o seu lado. Equivale a ninguém ultrapassar a linha delimitadora de cada lado. É por isso que há a manipulação de pensamento, que visa trazer pessoas para ajudar a puxar a maior parte da corda para determinado campo, ampliando o território dos proprietários do campo, ganhando, consequentemente, o território do outro.

A política brasileira é um bom exemplo para entendermos esse fenômeno. Dois grupos, esquerda e direita, pensam modelos diferentes de sociedade e de  desenvolvimento para o Brasil. Cada um crê naquilo que quer implantar e ver em prática. A equiparação de forças faz com que as facções políticas precisem recrutar pessoas. Estas vão crer no que eles querem implantar, vão ajudar a aumentar o número de crentes  das crenças vigentes na facção, vão angariar vantagem de contingente com relação ao adversário e , com isso, o mesmo será vencido.

Nessa batalha por mentes cada um usa sua arma. Os mais poderosos usam a  grande mídia, que é o melhor instrumento para apresentar ideias, criar crenças e cooptar pessoas. Sendo que a  grande mídia, pelo menos a brasileira, que é formada por empresas, que é o que são na verdade os veículos de comunicação que a compõem, na ânsia de criar receitas para pagar suas contas e ainda lucrar, não mede consequências quanto ao que propaga, ao que recruta e ao propósito empregado pelo grupo contratador. Ainda que seja escravidão de um povo ou perda de soberania do país.

Por essa razão, devemos tomar muito cuidado quanto ao que absorvemos para acreditar. Devemos acreditar somente naquilo que queremos viver, naquilo que queremos experimentar em nossa existência. E não naquilo que ouvimos falar ou que lemos em jornais ou em algum outro lugar, pois pode se tratar de pessoas ou entidades espúrias querendo criar crenças nos outros, não se importando em nada com eles, tão somente para atingir objetivos próprios, que muitas vezes não trazem nenhum benefício para quem é cooptado e ainda pode trazer severos malefícios.

O projeto Vívido Arco-Íris batalha pela sua mente, mas o nosso propósito pode ser lido na apresentação da página. Cabe a você usar sua independência de pensar e catalogar o projeto quanto a ser uma proposta válida ou não. Transparência e persuasão é assim que se faz.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: