Quem são os que foram representados pelo voto sim ao impeachment da presidente?

image

Hitler, Mussolini, Frank Delano Roosevelt, Winston Churchill, Hirohito, Alcapone. Ideologicamente todos esses estavam ontem, 17 de abril de 2016, no Congresso Nacional encarnados naqueles que votavam sim ao impeachment da presidente. Financiando eles tínhamos: os Rockefeller, os Rotchild, os Windsor, os McCarty, os Bush, os Ford. George Soros, Bill Gates. Maçons, rosacruzes, Iluminatis, a máfia italiana, o Cartel Terra Nostra. A Monsanto, a Dawn, a Bayer, a Nestlé.

Os Marinho, dando cobertura para todo o cartel da comunicação mundial. O PIG: Partido da Imprensa Golpista. Que engloba, entre outros, a Folha de São Paulo, a revista Veja, as organizações Globo.

O agronegócio. Que agora tem caminho livre para jorrar nos ares seus agrotóxicos e para semear sementes transgênicas. Cancerígenos que acabam com o planeta. A saúde dos brasileiros será exterminada.

A máfia dos remédios, das vacinas e dos laboratórios farmacêuticos internacionais. A perversa Unimed, que é do segmento financiador do Eduardo Cunha, que quer acabar com o SUS e implantar planos de Saúde Bradesco para ser descontado nos holerites dos trabalhadores. Quem não estiver empregado não vai poder tratar de doenças.

A máfia das escolas, da telefonia móvel, dos transportes. O Uber.

A censura, a perda de direitos, de trabalhador e de consumidor. Os políticos corruptos — os que aparecem e os que a mídia esconde. Os militares — remanescentes ou adeptos da ditadura militar.

Os homofóbicos, os racistas, os pedófilos e os exploradores da fé religiosa.

Você que comemorou, que soltou foguetes ou espalhou pelas redes sociais posts favoráveis ao golpe, se cuide, caso você não tenha acesso a esses colarinhos brancos bon-vivant que votaram sim ao impeachment.

Os bolsos deles estão mais cheios do que os de qualquer petista. Eles ganham muito bem para representar esses que foram relacionados aí pra cima. Não se iluda pensando que eles estão bem intencionados, preocupados com a corrupção e do seu lado.

Do jeito que a coisa foi feita, os golpistas não precisaram de apoio popular para aplicar o golpe. As decisões ficaram entre eles próprios no conchavo parlamentar. Ninguém se sente representado por esses estranhos. Espanta saber que a gente é que põe eles lá para nos representar. Será que pomos mesmo? Será que eles não vão pro cargo também por meio de golpe e a gente faz papel de palhaço nas urnas e leva a culpa de ter colocado eles lá?

Eles agiram como nazistas. Colocaram o povo contra o PT. Espalhando coisas como “o partido estaria com interesse de acabar com os direitos dos trabalhadores”. Eles prepararam a população ideologicamente a conviver com a falta desses direitos porque uma vez no poder são eles que vão tirá-los.

Décimo Terceiro, FGTS, Seguro Desemprego. Tudo isso sofreu ataque durante esse tempo, para que você desenvolvesse o ódio ao PT. Tudo aquilo que o PT te deu nesses 16 anos, que te aproximou socialmente dos barões dessa nação, eles ameaçam tirar.

Desvirtuam os programas, falam que não prestam. Não prestam? Mas você tem usado todos eles, não é? É Fies, é ProUni, é o Bolsa Família, é o Minha Casa Minha Vida. As cotas na Universidade, o SUS. É você quem sabe se presta ou não. É você quem usa. Eles não, eles não andam de ônibus, eles não estudam em escola pública. Nem os filhos deles têm que se dignar a qualquer coisa dessas. E os filhos deles ainda querem o seu lugar na universidade pública.

Hoje vi muita tristeza nas ruas. Muita gente só caiu na real depois que o golpe foi dado. Nem de longe se pareceu com o impeachment do Collor. O do Collor até o eleitor dele comemorou. Agora não, nem crime de responsabilidade existiu. Pedaladas fiscais, que governante que não faz isso? Pode já iniciar o mandato do Temer com o impeachment então.

Moralização, acabar com a corrupção? Que espécie de povo ingênuo é esse que acredita que esses corruptos querem mesmo acabar com a corrupção? O próprio palhaço presidente da Câmara, que liderou o show circense, é réu.

Eu quero saber se eu vou poder votar novamente pra presidente nas próximas eleições. Porque, se eu puder, se nesse restinho de governo esses canalhas não transformarem o voto presidencial em indireto, eu vou me juntar a 54 milhões de indignados e vamos colocar de novo a esquerda no poder. Quer seja o PT, o PDT, o PSOL, o PCdoB. Eu vou gravar a cara de cada um desses que votaram sim e se depender de mim eles não vão ser votado. E a minha propaganda será forte contra eles. Essea inimigos da pátria e da democracia.

Fica aí os versos de um preocupado Renato Russo, da música “Metal contra as nuvens”, que parecia prever este momento em que a democracia parece estar no CTI e a liberdade cairá por terra.

Não sou escravo de ninguém
Ninguém senhor dos meus domínios
Sei o que devo defender
E pelo amor que tenho temo
o que agora se desfaz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: