A gente não podemos escolher presidente

vamosprarua

E então um bando de corruptos disse “mãos para o alto” para a presidente eleita pelo povo e roubou-lhe o posto? Ou seja: o povo não pode escolher presidente, pois, se não satisfizer a escolha aos que parecem ser os donos do Congresso Nacional, do Plenário, das câmaras de deputados e até do Palácio da Alvorada eles vão lá, convocam a mídia, que é toda deles e também explora o povão, armam um golpe e tiram o representante que o povo escolheu. A pergunta que fica é: Na próxima eleição presidencial, a população irá poder escolher o presidente ou será feita essa escolha em um colégio eleitoral, em regime de bipartidarismo, com candidatos do PMDB e do PSDB? Daí escolherão também os governadores e senadores dos estados? O que esses golpistas prepararam para presentear a todos que os apoiaram no golpe e aos que resistiram até o fim?

Bom, se a resposta for “sim” para a primeira proposição e a gente continuará a decidir quem vai assumir a presidência da república, como deve ser em uma nação que se diz democrática, então tá fácil dar o troco nesses ladrões de posto: Vamos votar nos candidatos do PT, do PCdoB, do PSol novamente e colocar a esquerda de volta para o lugar onde o POVO quer que ela fique porque ela o representa e não a esses colarinhos brancos come-quieto que só querem saber de roubar  e por a mídia para por a culpa no esquerdista. Isso eles terão que engolir.

É claro que se eles tiraram uma vez (na verdade é a segunda vez), eles tirarão outra. Mas, vamos dar canseira com esse ping pong de a gente por nosso representante no cargo e eles tirarem. Essa canseira só vai parar quando de uma vez por todas o eleitor brasileiro deixar de ser manso e exigir que troquem tudo: candidatos e sistema eleitoral, pois não tem ninguém santo desses que afanaram da Dilma a faixa de presidente. É tudo réu da corrupção, conforme muito se vê difundido até na mídia que eles contratam para tapar seus arranhões.

Agora, de uma vez por todas, ok: não podemos escolher presidente, mas podemos parar de dar atenção para a mídia, ignorar completamente os veículos de comunicação e negar-lhes o alimento que os sustentam: a audiência (televisiva ou radiofônica) ou a compra de exemplares (mídia impressa). Pra que serve a informação desses veículos corruptores de informação? “Mentir sozinho eu sou capaz”. Não vamos perder nada nos abstendo deles. Basta isso para que nunca mais uma cambada de vigaristas – formada por políticos e midiáticos – nos afrontem e nos venham anular nossos votos. E podemos fazer mais: Boicotar o consumo (não consumir significa para esses ladrões não arrecadar – lucro (empresas) e impostos (políticos FDPs). E quando mais organizados – essa organização vai ser inerente, gradual e inevitável – , vamos boicotar o trabalho. Vamos prestar serviços para esses pilantras não! A gente se ajunta, montamos empresas e damos as cartas comprando de nós mesmos, empregando nós mesmos. Vamos mostrar que também podemos inventar um judaísmo ou uma maçonaria popular.

Não nos percamos de vista, a luta só começou. Um pouco de empenho, de radicalismo e de anarquia e pronto: Vamos ver se são capazes de aplicar golpe no povo quando este é formado por cada um dos 54,5 milhões de eleitores que elegeram Dilma Rousseff em 2014.

Ê nós, que viemos de outras terras e de outro mar.
Temos pólvora, chumbo e bala
nós queremos é guerrear.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: