Você e o mundo

Pode ser que Deus esteja pouco se importando com você e pode ser que ele não tenha que se importar com ninguém. Pode ser também que Deus nem exista. Pode ser que tão pouco o Demônio exista ou que ele precise e queira se importar contigo. Pare de buscar pelo divino ou pelo oculto para resolver seus problemas, suas insatisfações com a existência.

Pode ser que não haja qualquer meio de você influenciar sua realidade apenas desejando isso. Se as coisas até hoje não mudaram para você com você fazendo assim, esperando por isso, é mais do que racional pensar que elas jamais mudarão.

Pare de esperar que as pessoas são humanitárias e que uma hora elas verão o seu sofrimento e te ajudarão a dar um basta neles. Você está mais sozinho do que imagina. Em qualquer canto do mundo você só terá seus problemas resolvidos por intermédio de outra ou outras pessoas se isso significar vantagens para elas. Um sistema de trocas, compreendes? Cuidar da sua qualidade para ser útil pode te ajudar a conseguir pessoas para minimizar-lhe os esforços para você se livrar das angústias e passar a ser feliz. Mas, por vezes você verá usurparem da sua qualidade te negando pagar o devido. Por vezes terás que contentar em dar muito e receber pouco. Isso é realidade. E estamos falando da vida real.

Mas, há algo que realmente vai valer para você. Algo que você poderá constatar e por estatística, por pura matemática, você saberá que estará a fazer mudanças na sua vida. Ainda que os resultados não sejam exatamente o que você quer ou que sejam o que você quer, mas, por tempo determinado. Você pode agir em pró de provocar diferença naquilo que você vive todos os dias e que te traz insatisfação.

Você pode rebelar-se e fazer algo para dizer para si “este dia foi diferente e eu fiz o que eu quis”. Ainda que isso tenha um preço, você estará acostumando a sua mente a sair da escravidão, a não aceitar imposições, nem mesmo da natureza, e a ser independente. Com o tempo ela sairá a procurar soluções definitivas para a sua vida, uma vez tendo conhecido seu poder de produzir transformações no meio.

Não aceite ideias insensatas de que tudo já está escrito. Que a sua sina é o que vives e que nada fará isso mudar. Ignore essa tentativa de impor-lhe uma regra e mova-se a provocar um caos. Se realmente sua vida está escrita, você não conhece o texto, logo, tudo o que fizeres por vontade própria supõe-se fazer parte dele. Até mesmo o que for feito tendo-se plena consciência de que se trata de uma anarquia.

Você é um frágil ser humano e vive no meio material. Só o que podes fazer pelo seu presente é atuar, agora, sobre a matéria. Um tanto disso você já faz, automaticamente, todos os dias. Resta a você fazer o que você não faz. O que vai te trazer resultados diferentes dos que estás acostumado a ter é isso.

Exemplo: Se você se lançar a colocar um grande obstáculo numa rua, a fim de mudar o curso dos carros que passam nela e te causam transtorno, uma de duas coisas irá acontecer: os carros usarão outro caminho enquanto o obstáculo estiver ali ou seus condutores irão estacioná-los e se mover a desfazer o que você fez. Então, você verá que fez mudanças. Sem esperar que autoridades viessem atender-lhe uma reclamação e sem esperar que Deus ou o Demônio entrasse na mente dos condutores e os fizesse perceber que eles aborrecem alguém ou a uma comunidade passando descriteriosamente na rua obstruída. Se outros moradores se aborrecem com o mesmo, para eles a sua atitude proporcionou-lhes uma mudança, ainda que momentânea, desejada. Ética é uma moral móvel. No nosso exemplo, os motoristas a infringem antes de você. Comportamento ilícito é algo possível de se manter quando longe dos olhos de testemunhas. E todo mundo o faz.

No cenário que ilustramos, você terá feito em si a mudança que quer ver no mundo. Tudo bem, os outros que também sofrem com a perturbação, no nosso caso, obtiveram o que queriam tendo recorrido a outras fontes. Talvez até a uma oração. Mas precisou que alguém fizesse algo que precisava ser feito para que suas orações fossem atendidas ou do contrário ficariam eles à espera de Deus ou das autoridades. Por quanto tempo você esperaria com eles se o que fizestes, no exemplo, não se fecundasse? Enquanto a situação hipotética descrita estiver configurada, o destino estará a ser como você quer. O que te impede de imaginar que podes fazer o mesmo com qualquer outra situação que você queira alterar?

Para cada caso, uma coragem e uma criatividade. Mas, qualquer coisa dá jeito se você não ficar à espera dos outros, ou de Deus, ou do demônio, ou do curso astrológico do universo se isso existir, ou do poder da mente para fazer alterações no ambiente só com o pensamento.

Reflita sobre isso, mãos à obra e faça você o seu dia!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: