Futebol entre políticos

futebolEntrePoliticos.jpg

INTERPRETANDO A CHARGE:

Como gostam os políticos de esbanjar, o jogo acontece em uma obra faraônica: o gigante e luxuoso estádio Mané Garrincha. A partida acontece na surdina, sem ingressos vendidos. Mas, os chatos militantes esquerdistas conseguiram entrar e teimam em não deixar as arquibancadas, alegando ser o monumento um espaço público. Eles darão o testemunho do que só eles virão a saber, pois, embora faturando com o direito de geração e transmissão de imagens, a TV Globo trabalha em off e de maneira a esconder do público o que ocorre na partida. A mando do patrocinador: um pool de empresários e políticos. O que irão publicar os que  clandestinamente presenciaram a reuniãozinha pró corrupção, digo: a partida, será muito fácil de transformar em paranoia ou intriga de esquerdista para manchar a imagem dos bons mocinhos da direita tupiniquim. Para o público televisivo: tá na tela da Globo, virou verdade!

O jogo é entre o CBF – Corruptos Brasileiros Futebolistas – e o poder do capital estrangeiro, representado pelo time dos EUA. Vê-se a bandeira de suas nações nas chuteiras de seus jogadores. A bola não é a tradicional. É formada por um bolo de notas de dólar e de euro. Os gringos as chutam para o gol. Porém, o time do CBF só tem goleiro. E eles vão até o meio de campo para interceptar a bola. Quem fica na área esperando esta chegar acaba sobrando, pois, os goleiros do meio de campo não deixam passar uma. E nem recolocam a bola em jogo depois que as agarram. Metem-as debaixo dos braços ou desmontam-as e as enfiam nos bolsos de seus uniformes compostos por sapatos, gravatas, ternos com o paletó que leva em qualquer lado do peito o escudo do partido que representam.

O CBF é uma seleção. Ou melhor: uma coligação. Há políticos, digo: atletas, do DEM, do PP, do PSB, PMDB e principalmente do PSDB, que é quem mais teve atleta convocado para essa seleção. No banco de reservas todos ficam loucos para entrar. Não tem limite de substituições e todos eles sabem que vão entrar pelo menos para ganhar a propina… digo: o bicho. A regra é clara.

O juiz é do STF. E já no início da partida ele expulsa os políticos do PT, do PSol e do PCdoB que foram para o evento sem ser chamado. Eles não foram convidados por causa da mania de querer jogar limpo. Iam querer marcar em cima, exigir cartão vermelho para os adversários, além de achar que quem tem que jogar é quem o torcedor quer ver em campo. Essa mania de achar que é o povo que escolhe! Para que não haja impedimento em nenhuma das jogadas dos gringos, a coligação preferiu impedir a Esquerda de participar da sessão… do evento. Fora isso, a preocupação do juiz é tirar de campo os torcedores… digo: militantes esquerdistas, que gostam de invadir campo para protestar contra a atuação do time do Congresso Nacional quando este faz corpo mole e deixa os gringos chutar toda hora. Tem meganha da Polícia Federal preparado para dar safanões nos mais exaltados.

Apesar do jogo não sair do zero a zero, pois, nem os gringos conseguem passar a bola pelos doleiros, ops: goleiros, do CBF, nem estes distribuem a bola para fazê-la ir parar no fundo  de investimentos sociais… ops: do barbante, para a alegria da galera, o jogo tá bom para os políticos. Mas, o empate favorece os gringos. O título será deles nesse caso. Tá valendo a Petrobrás, o Pré-Sal, a Amazônia Brasileira, a Caixa Federal, o Correios, o nióbio, os direitos trabalhistas do pobre trabalhador. Os políticos podem ficar com as bolas como prêmio de consolação.

Incapacitados, então, de promover uma ação mais ostensiva contra a corrupção dessa exibição esportiva, melhor dizendo: pelada política, a torcida vaia e satiriza da arquibancada cantando, para os males espantar, uma canção da Vanderleia, dos tempos da Jovem Guarda. E fim de resenha esportiva.

Uma consideração sobre “Futebol entre políticos”

  1. Gostei do texto. Bem legal mesmo. Interessante, criativo e engraçado. Porém não concordo com o fato de políticos de esquerda se safarem, pois para mim é tudo farinha do mesmo saco.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: