53% dos norteamericanos acham que o Kremlin interferiu na eleição de Trump: hora de rirmos deles!

landscape-1450461032-putin-index

IMAGEM: Donald Trump defends Vladmir Putin

Sofrer interferência de outro país em eleições internas para cargos políticos é para os fracos. No Brasil até que tentam, mas, se conseguem a gente nem fica sabendo. Por que esses que se acham os melhores em tudo estão com essa agora?

O que é certo, como se suspeitou da espionagem realizada pelas equipes comandadas por Barack Obama aos e-mails tupiniquins em 2014 e como se suspeita da influência da CIA na Operação Lava-Jato ou em um episódio de massacre de índios brasileiros ocorrido em 1968 ou, então, da tal Operação Brother Sam para fazer cair João Goulart em 1964, é que os Estados Unidos tentaram influenciar políticos, coronéis fazendeiros e militares em outros momentos da política brasileira, de repente até mais cruciais, porém, na hora do voto a moçada  daqui sempre mostra que às claras eles não são de nada, pois, o que o povo faz valer é o seu voto. Se vota mal, vota em quem quer. Ninguém manda!

E lá no imponente United States of the America, 53% da população acredita que a Rússia anda de caso com Donald Trump desde antes de o homem ser eleito presidente da república. Que eles estão com relações bem próximas de serem chamadas de caso de amor, isso não é só os esquerdistas ou os veículos de comunicação pequenos que noticiam. Os monstros da comunicação mundial também o fazem.

Vladimir Putin está com a corda toda, posando de “O homem mais poderoso do mundo”, título dado pela (argh) Revista Forbes, e discursa sobre o assunto da maneira mais diplomática possível. Como se de repente pudéssemos esperar de pintar um “E” dentro da sigla “BRICS” e o mundo todo se transformar em um só país… socialista.

Mas, o que pode ser isso? Maldade da mídia? Realidade que favorece políticas estranhas vindo das partes em questão? Esperança de haver paz no mundo sendo protagonizada por um destrambelhado?

Eu acho que é mais uma intriga dos que estão possessos até hoje com a vitória de Donald Trump nas urnas. Vai ver não é só essa porcentagem de preocupados com a aproximação com a Rússia que é arbitrada e exposta na mídia para gerar qualquer resultado, mas, também, o restante de notícias sobre o bilionário presidente, que vemos circular em todo canto, todas buscando recrutar antipatizantes para o político estreante.

Eu não, eu dou é força pra ele permanecer no posto alcançado. Tipo aqueles caras: “Enquanto o técnico do rival do meu time tiver colocando o time que ele comanda na merda, eu quero mais é que ele continue o treinando“. Ainda mais com essa de botar em evidência o Kremlin. Sinal de mudanças até para o Brasil. Que se danem os opositores de Donald Trump! Ok, Avaaz?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: