Como funciona a mente de quem vê mensagens subliminares em vídeos

Assuntos que fazem muito sucesso na internet são teorias conspiratórias e mensagens subliminares na arte. O conteúdo é fantasioso e confunde bastante as pessoas, que inevitavelmente ficam com uma pulga atrás da orelha e não conseguem dar como fantasia o que é sugerido ser verdade nos materiais do tipo que elas acessam. Acabam, por ficar com as informações na cabeça, indo buscar esclarecimentos e atraindo mais e mais produtos similares para encucar-se ainda mais.

A Princesa e o Cavaleiro - O Monstro da Piramide (SS-Grade-GuardaCorpo)

Porém, é preciso ter em mente que criar teorias conspiratórias ou mensagens subliminares é muito fácil. É claro que é preciso ter a mente prodigiosa quanto ao assunto. Ela tem que ser hábil em comunicação persuasiva, abastecida de informações de conhecimento geral ou específico da área em que se deseja instalar pseudoteorias e tem também que possuir muita imaginação para concatenar tudo.

O implicante é que essas teorias e mensagens são empolgantes. Às vezes a gente acredita nelas e as propagamos devido a esse fator. E seus autores ficam seguros quanto a verdade do que propagamos, tornando-se autoridade na matéria, angariando fama e respeito, prestando serviços até para governos e grupos empresariais ou políticos que precisam distrair a população com algum assunto para com isso aplicar nela algum golpe dentro de seus nichos. Com muita instância jogá-la contra um inimigo.

A exposição alternativa do número 666 e referências a nomes de deuses, como, no vídeo, o deus Borr, da mitologia nórdica, visto no vídeo extraído de uma animação da Walt Lantz Productions, são frequentemente usados pelos compiladores de mensagens subliminares para impressionar seu público. Borr era filho de Buri e pai de Odin e se casou com uma mulher chamada Bestla, filha de Bölthorn, o gigante; e tiveram outros dois filhos: o segundo Vili, e o terceiro Ve. No vídeo, a experiência de James Vicary com o taquitoscópio está adaptada e a imagem pode ser vista em uma velocidade de 0,000033 frames por segundo, que garantem vencer a barreira da análise e processamento racional do cérebro, impregnando-se a mensagem diretamente no subconsciente de quem se expõe à cena, para dali ser processada.

No livro “Os meninos da Rua Albatroz” várias dessas teorias e mensagens são questionadas de maneira a deixar o leitor com a pulga atrás da orelha ao reverso. O principal ataque sofre o que defende a ufologia – existência de influência de seres extraterrestres na humanidade. Que seria uma farsa tão tremenda que é possível que todos os relatos sejam verdadeiros, porém, todos eles de natureza bem terrestre, a ser escondida essa natureza por vários governos, utilizando-se da pseudociência para distrair a opinião pública e ocultar os fatos.

Confira abaixo um exemplo de como criar uma mensagem subliminar. Em postagem futura vamos juntos criar uma teoria conspiratória e quem sabe uma religião.

O vídeo acima é um trecho do episódio “O monstro da pirâmide” do desenho animado “A Princesa e o Cavaleiro“. O episódio conta a história do sequestro da princesa Safiri por capatazes de um reino ambientado no Egito. A princesa passa um bom bocado para provar que foi sequestrada indevidamente. Os emissários estavam atrás de uma donzela de seu reino, que fora parar, num barco, no reino de Safiri. Ela usava um bracelete de ferro, que era o sinal que os capangas utilizavam para reconhecer sua perseguida. Acidentalmente, enquanto Safiri ordenava a foragida a se esconder, após livrá-la do bracelete, o mesmo foi parar no braço de Safiri e travou-se. O que fez com que os homens que perseguiam a donzela destinada a um sacrifício ao deus Osiris a confundisse e a levasse no lugar da original.

A imagem mostra um guarda-corpo do castelo egípcio onde Safiri foi aprisionada. Os balaústres formam a letra S em seguidas vezes. O imaginativo criador de mensagens subliminares pode se valer do fato de haver bem nítido a forma de uma letra na representação das grades e criar com isso uma menção a algo, geralmente siglas, que contém a letra, uma vez que a cena aparece em um momento de transição entre cenas no vídeo, como a não significar nada.

Uma oportunidade seria a sigla SS. Da SS, a polícia secreta nazista. Por estar representada várias vezes a sigla na imagem, eles procurariam remeter a essa repetição para submeter seu leitor a aceitar que o objetivo disso é sugerir que existam muitas SS nazista pelo mundo à fora, incluindo o Egito, onde se valeriam de sacrifícios de humanos os governos e capturariam bruscamente pessoas para seguirem seus propósitos. O fato de o S aparecer camuflado como balaústre eles aproveitariam para informar que essas supostas SS existentes pelo mundo a fora são de mesma forma ocultas. Até a polícia militar de uma unidade federativa poderia ser uma delas.

Temos então uma mensagem subliminar e algumas informações contidas nela para se ocupar o tempo. Vou te libertar de criar crença nisso, lhe informando que esta eu mesmo criei para escrever esta postagem. Espero que você tenha gostado e, caso tenha dificuldade de duvidar de coisas desse tipo, tenha aprendido que a possibilidade maior de serem verossímeis o conteúdo desse tipo de material é quase nula.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: