Alimentação extraterrestre

Arqueólogos franceses encontraram no Iraque um sítio arqueológico repleto de achados que podem esclarecer muitos dos mitos e mistérios que chegaram até nós. O que mais impressiona é um conjunto de pinturas rupestres, gravadas em uma das paredes do que seria um mausoléu, que parece fazer referência às tumbas em ruinas que jazem em seu inferior, as quais serviram de sepultamento para humanóides gigantescos, cujos esqueletos em estado de desorganização, que comprovam a definição de tamanho, foram encontrados dentro deles.

respiro-prana

A relação que a pintura mantém sobre o conteúdo das tumbas se faz devido ao registro que ela guarda, que demonstra a forma como se alimentariam os tais seres gigantescos no tempo em que dominavam o território. O alimento parecia ser consumido por via nasal, remetendo ao prana, energia cósmica, informado nas Upanishad, antigas escrituras indianas. E há também, ainda em processo de dedução pelos historiadores, uma referência à conversão desse alimento para o estado sólido, que denota à passagem bíblica do Antigo Testamento que menciona o maná, o provimento que Deus fez cair do céu para que os judeus, há meses no deserto, pudessem se alimentar, o qual era doce e delicioso e podia ter o gosto que o degustador desejasse.

As gravuras na parede mencionam através de hieróglifos a atuação do nutritivo no metabolismo humano. Ele teria a capacidade de motivar energeticamente o indivíduo, dotando-o de imensa força física e determinação, boa aparência e cheiro, e também faria crescer cerca de até cinco centímetros, que se mantinha por até um mês, caso o alimento deixasse de ser consumido e até ele ser consumido novamente.

Agora que provavelmente a expectativa de se alimentar do ar fora confirmada, os cientistas trabalham para encontrar uma fórmula para mostrar essa capacidade humana em termos práticos e confirmar, com isso, as aspirações de Adolf Hitler que o levou a formar equipes para estudar a engenharia alimentar da qual nos valemos hoje em dia.

Ao alto da imagem em uma das paredes se vê nitidamente o que seria uma astronave, o que deixou os historiadores cautelosos para dar uma definição do que seria, mas, afoitos para confirmar que no passado recebemos, sim, visita de alienígenas, que em vez de nos destruir nos encheram de conhecimento.

 

3 comentários em “Alimentação extraterrestre”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: