Check up para o eleitor: Jair Bolsonaro

images

O “V” da Vitória. Símbolo ocultista que teria sido criado pelo bruxo Aleister Crowley para ajudar Winston Churchill a enfrentar o misticismo de Hitler. Bolsonaro tem a adesão da comunidade evangélica, que se diz avessa a qualquer expressão ocultista.

É fácil concordar com tudo que o deputado e pretenso presidenciável Jair Bolsonaro aponta como os males sociais do Brasil. Difícil é acreditar na integridade dele como homem que fala e que vai realmente fazer. Parece óbvio que o ex-capitão do Exército recebe financiamento de grupos nacionais e estrangeiros interessados em afastar para longe e de vez das decisões políticas do Brasil a Esquerda brasileira. E parece óbvio que depois que a popularidade do capitão fizer esse trabalho, os abutres em pele de tucanos do PSDB entrarão em cena para entregar-lhe o pagamento e tomar-lhe o posto. Fazer aparição falando mal do Fernando Henrique Cardoso como é comum Bolsonaro fazer parece que faz parte do golpe na opinião pública.

Dos irmãos Koch – sabido de terem estado por trás de movimentos como o MBL na arrancada para o impeachment de Dilma Rousseff, os revoltadinhos burgueses do MBL, que agora viralizam vídeos pelas redes sociais em apoio a Jair Bolsonaro –  a George Soros; dos famigerados tucanos ao Partido do STF; todos aqueles que se interessam em botar as mãos nas riquezas do Brasil, ocupar seu território e dar as cartas para sua população podem estar a participar da vaquinha em pró do financiamento da campanha do político do Rio de Janeiro, cujo discurso se parece bastante com o que usava Fernando Collor de Melo. O fato de a grande mídia parecer estar de fora do apoio é só estratégia de marketing: o que ela apoia o povo desconfia e não vai na onda.

Porém, Bolsonaro comete muitos erros que em pouco tempo farão com que sua popularidade relâmpago se apague. Não se sabe ao certo se ele próprio comanda suas ações pecaminosas, se são os inexperientes que militam em seu favor ou se na verdade os muitos vídeos e áudios que vemos transitar pelo protocolo http é postado por seus oponentes com a falsa impressão de querer apoiar o militar, dando ênfase a declarações antigas feitas por ele, que nos dias de hoje funcionam como filtro para se escolher em quem não votar. Só de você ler uma coisa no título de um vídeo entre as sugestões do Youtube e ao assistir o mesmo ver outra já denota que os que estão por trás dos materiais não têm a mínima descência e se Bolsonaro sabe disso e não se pronuncia em público a respeito é porque é conivente com jogo sujo contra a opinião do povo.

As acusações de homofobia e de racismo, Bolsonaro categoricamente se livrou delas. Com o clarão que ele vem ganhando na mídia web ele pôde esclarecer cada caso e só mesmo imbecis é que sustentariam movidos por elas aversões ao sujeito falastrão. A implicância com a Esquerda é que não sai da pele de Bolsonaro e é aí que ele comete o maior de seus erros primários.

É necessário observar que qualquer político que desejar o cargo de Presidente da República em 2018 tem que conquistar o voto da maioria dos que votaram em 2014. Maioria que pertenceu ao PT, portanto formada de esquerdistas. Ofender pessoas só porque são ou foram esquerdistas ou ofender ícones da Esquerda brasileira só faz dar tiro no pé. Só faz cada vez mais eleitores pensarem em manter o seu voto do passado. Será Lula na cabeça ou o candidato que o ex-presidente apontar, caso o plano arquitetado pelos conservadores brasileiros para não permitir a candidatura de Lula prospere.

É irritante demais ver a preocupação que Bolsonaro tem com a suposta ameaça de implantação do comunismo no Brasil. Até um aliado dele, o Olavo de Carvalho, já falou que a cautela que tomava o Governo Militar durante seu governo não era com o comunismo e sim com a luta armada. Ou seja: mais para maoísmo do que para comunismo. Os próprios presidentes militares criaram uma porção de estatais em suas administrações. E programas sociais também. Isso é coisa de comunista, não é?

Comunismo não é um regime político para se dirigir nações. Nem Marx expressou isso. Marx chamava o comunismo de utopia do socialismo. Socialismo, sim, é regime político. Antítese do capitalismo. Comunismo é estilo de vida. Vida em comum. “Igualdismo”. Igualdade entre todos em uma nação. Estilo de vida onde o consumismo não impera. O verdadeiro terror e temor dos capitalistas.

Os escravocratas imperialistas fazem as pessoas odiarem o termo comunismo e a combater qualquer coisa que o esteja sendo associado exatamente para apagar com fogo a fogueira. Se um dia as pessoas descobrirem veementemente isso e tomarem simpatia por um cotidiano assim, então, os capitalistas estarão perdidos e com as mãos atadas, correndo severos riscos de se virem em igualdade de condições com o plebeu. É pra evitar isso que eles inventam tanto marketing de guerrilha para combater o que eles descrevem ser o comunismo.

E atacar os projetos sociais que a Esquerda brasileira, via PT, implantou nos últimos dezesseis anos é outro tiro na sola do sapato. Para alguém que fez carreira como militar, se vir a errar tiros constantemente e não fazer uma reciclagem sugere desconfiança de ser mesmo capaz de uma missão tão importante quanto a de governar este país sem governo. É preciso ter um pouco de humildade, não ofender os que utilizam esses benefícios e mais do que isso saber direitinho quem está realmente ganhando com a implantação de cada projeto desses.

O Bolsa Família, por exemplo, que Jair abomina, sai de arrecadação pública, ainda que em forma de empréstimo feito de contas públicas. Dinheiro público, se não vai para ninguém, fica no bolso de político, mesmo dos que posam de não serem corruptos. Melhor, então, ficar na mão de pobre, não? Por quê? Pela simples razão de ficar por pouco tempo e ajudar a aquecer o mercado consumidor.

Se você recebe R$70,00 do Governo, o que você vai fazer? Guardar? Não. Você vai gastar. Vai gastar aonde? No comércio, pois, pobre não tem acesso a outro segmento econômico para gastar seu dinheiro. Logo, quem mais beneficia com o Bolsa Família é o dono de um comércio, que entre outros nomes é chamado de comerciante, que por sua vez é um tipo de empresário. Imagine se não houve na surdina o apoio de empresários no momento de aprovação do tal bolsa!

Outro projeto de viabilização de crescimento popular: O FIES. Quem é contemplado com esse benefício? O pobre que quer estudar, fazer uma faculdade, e não tem dinheiro para pagar faculdade particular e não consegue entrar na pública porque os filhos dos ricaços, que deveriam trocar de lugar com ele, ocupam as cadeiras, sob a alegação de terem tido melhor preparação, pasmem, em escolas privadas para alcançar a vaga.

E olha que bacana: O filho do rico mama nas tetas do Estado para estudar na universidade federal e depois que forma não deve nada. Já o pobre que se beneficia com o FIES ou com o Pró-Uni, assim que se gradua já tem que pagar as prestações da devolução do dinheiro.

E, novamente, quem ganha com o FIES ou com o Pró-Uni? Os donos de escola de ensino superior privada. Geralmente políticos. É para a mão deles que vai esse dinheiro. Um esquema de ganhar dinheiro tão interessante que desde que esses dois supostos benefícios sociais foram implantados a quantidade de faculdades e universidades particulares que apareceram não está no gibi. Todas elas disputando espaço na lista de instituições que podem receber o incentivo.

Esticaria muito o texto colocar aqui exemplos que alinham com os apresentados e dissertar resumidamente sobre cada um deles, por isso espero que se farte com esses. Mas, o que quero chamar a atenção é para o público tomar bastante cuidado com os políticos demagogos, populistas e moralistas que vira e mexe aparecem na mídia convencional e na digital para tentar iludir o povo com a sua falsa preocupação com o combate à corrupção ou com o desenvolvimento e soberania da população e do país. Todos eles possuem seus investidores de campanha e é para esses investidores que eles, como sempre, vão governar. Não vê o Temer? Pois, é, Reforma Política nenhum deles quis fazer, não é mesmo? Nem os da Esquerda, quanto mais os direitistas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: