A difícil tarefa de ser eleitor no Brasil

Recebi um exemplar do jornal Brasil de Fato de hoje, que destaca a manobra da Rede Globo, do STF, refém do juíz Sérgio Moro, e dos tucanos, representando a ala conservadora da política nacional, para impedir a candidatura à presidência da república neste ano de 2018 do ex-presidente Lula. Fato que se ocorrer destruirá todos os planos da corja por trás da Operação Lavajato (é tão acusada de ser fraudulenta essa operação, que se pode escrever o nome dela de qualquer jeito).

Juízes, burgueses, políticos corruptos, investidores internacionais, sobretudo do Petróleo, grupos de comunicação, suspeita-se de supostos judeus organizados (Alckmin, Aécio, Luciano Huck pra ficar só no Brasil) visando a manutenção de sua hegemonia em segmentos de mercado no país, e agentes menores estariam acuados havendo esse panorama de Lula reeleito para o “V” de vingança que se esboça.

Chega a ser tão óbvio de que há interesse anti-democrático e anti-trabalhador no foco dessa sentença, que se até mesmo o brasileiro que foi irremediavelmente afetado pela moldagem de opinião paga à Globo exigisse que Lula participasse da eleição, mantendo-se assim a postura certa de preservar a democracia e de querer mostrar nas urnas a sua verdadeira opinião, votando no seu real candidato e não nos que operam para que sejam eleitos, uma reação ao golpe que visa escravizar o trabalhador, tirar a soberania do país e dar ainda mais mamata para as elites que comandam tecnicamente a sociedade, que estão por trás dos principais negócios e do capital que giram a economia brasileira, se obrigaria uma retomada do desenvolvimento que se chegou a experimentar nos áureos tempos petistas, desta vez inteiramente com os pés no chão.

Mesmo que Lula ganhe e que haja verdade no que propagaram sobre a integridade do PT para as pessoas absorverem, nenhum político que ocupar o Palácio da Alvorada, o Senado ou as câmaras de deputados estará com a consciência tranquila para exercer seu cargo. Pensará muitas vezes antes de qualquer tentativa de desvio moral. O que se pode dizer que essa tal operação trouxe de bom para a política nacional é isso.

Até Jair Bolsonaro, se quiser dar um exemplo de civismo para seu público, ele que está melhor colocado na disputa contra Lula à presidência da república, conforme espalham os institutos de pesquisa de opinião pública, deveria exigir decência ao juíz Sérgio Moro e seus assessores da nata do STF para promover justiça e não golpe. Afinal, Bolsonaro não precisa ter medo da popularidade do metalúrgico.

Por enquanto, o que o povo suplica é por respeito ao seu voto. Se for simples assim: Dar as cartas para a população um STF e um juíz em específico, que estariam recebendo investimento de grupos estrangeiros para inibir a candidatura de Luís Inácio da Silva e conduzir ao governo da nação um determinado candidato, provavelmente tucano, qual o aspirante ao cargo presidencial que não fizesse parte dessa quadrilha estaria livre de também sofrer perseguição, impeachment e outros instrumentos para interromper seu governo? Se a cúpula comandante não gostar do eleito, ela o tira. Bolsonaro estaria desde já defendendo o voto de seu próprio eleitorado. A não ser, é claro, que ele faça parte do conluio conspirador! Ele diz que não faz. Mas, é aquele negócio: “Falsidade ideológica é virtude no meio político mundial“. Chega a ser o lema: “Ou se é honesto, ou se é político“.

Eu vivi os “Anos de chumbo“, nasci em sessenta e cinco, e não posso negar que aqueles tempos não foram tão cruéis para o cidadão comum como serão se o país oficializar esse estado de sítio que é o STF atuar na política bancando o justiceiro, tendo a Rede Globo e a mídia corporativa subordinada a ela como capataz para o serviço de adestramento da população. Se tiver que ter golpe militar para colocar os militares no poder novamente façam antes de civis incompetentes e mal intencionados inibirem essa possibilidade. Prefiro aquela vida da minha infância e adolescência do que ser escravo do Poder global, ser trabalhador e cidadão explorado por um grupinho de gringos e de babacas tupiniquins metidos à besta. Os militares pelo menos criavam e mantinham estatais e respeitavam o trabalhador. Não vou me sujeitar. Virarei um homem-bomba. Um sandinista. Um autêntico militante do Baader-Meinhoff, meu grupo subversivo preferido.

E para o caso de Lula sofrer a inibição do direito de concorrer às eleições 2018, havendo ou não bom senso em defender esse direito por parte de seus adversários, o público tem uma missão a fazer. É claro que se trata de um recrutamento cuja adesão será mais fácil aos esquerdistas. Se não há mais legalidade nesse país, se uma quadrilha se julga dona dele e põe como chefe de estado quem ela quiser, se nosso voto não valerá nada se não for em quem ela quiser, recorreremos (porque estou dentro) à anarquia como forma de governo. Nada respeitaremos. Baderna total. Faremos valer nossos direitos com base na força bruta.

Poxa, se trata de um exército de mais de cinquenta milhões de pessoas. Boicote de consumo, greves, irreverência nas ruas. Quero ver se vai haver tantos policiais na rua para conter isso. Quero ver caso prenderem, de verdade ou de mentirinha, uns gatos pingados e fazerem aparecer na televisão o que fizeram, se isso vai botar medo e consecutivamente ordem na população. “Necessidade não tem lei“, vão é aprender na marra, na linguagem que eles entendem, o sentido dessa frase que há muito é, inconscientemente, lema de quem tem fome.

A TV Globo já induz mesmo seu bobo público a taxar de baderneiro quem brada contra os interesses dela. Sim, sentenciar o ex-presidente é interesse também dos Marinho. Ela propaga que quem se deixa levar pelo sentimento de injúria com a situação que ela é uma das protagonistas, impede o bom andamento da democracia. Só falta então a baderna em vias de fato, o preconceito já é legalmente disseminado pela corrupta, no entender de muitos, empresa de comunicação. Esperemos o motivo cabal então para nos entregarmos ao total descontrole.

Como pode: uma legião de pessoas suplicando contra a condenação do Lula e só porque a megera emissora de televisão não mostra a verdade e instrui seus pau-mandados (Bandeirantes, SBT, Veja, IstoÉ, Folha de São Paulo) a fazer o mesmo, faz parecer que esse fato não existe? Existe sim. E é mais gente do que se imagina os que mesmo não se interessando em votar no Lula querem a candidatura dele para ter pelo menos a impressão de que seu voto vai ser respeitado e de que seu país ainda é seu e pode ser que ele não será entregue.

E olha isso que o STF, o Ministério do Trabalho e a Polícia Federal têm conhecimento, é de suma importância, e não dão qualquer atenção: Sem haver ainda um governo lhe favorecedor eleito legalmente as empresas já estão deitando e rolando cheia de abusos para cima do trabalhador e do consumidor, principalmente as de telecomunicação. Imagine o que advirá quando se instaurar o governo que esse golpe contra a democracia brasileira quer botar lá, que já tá aí baixando as guardas do trabalhador para seus gestores enfiarem o supapo?

Então, povo, não se deixe intimidar e não faça valer interesses que não são os seus e nem são benéficos a você. Entenda melhor esse processo e busque as notícias nos veículos menores, pois, seus custos podem ser pagos por anunciantes de menor porte, que, é bom que se diga, também têm interesse em acabar com essa cúpula golpista que se instalou na política brasileira, pois, são também afetados por ela. Seus negócios são facilmente abocanhados pelos concorrentes participantes da corja imperialista ou são destruídos, sem importar se eles empregam. Só com essa atitude você já está fazendo algo para moralizar esse país, sem ter que se preocupar se o que faz é o certo. O grande medo do brasileiro é o de se comprometer, já que não consegue obter informação segura, logo, evitar a informação subsidiada e fraudulenta que propaga a Grande Mídia e as redes sociais da internet é o melhor caminho. Seja menos vulnerável.

Conheça o site Tripletas. Clique!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: