Como os serviços de rede social na internet censuram seus usuários

A última postagem deste blog, junto com os últimos feeds gerou uma fuga de aproximadamente 50% dos seguidores do meu perfil no Twitter. Quero aqui manifestar minha preocupação com o fato.

Todos suspeitamos que há no mundo uma conspiração internacional que busca controlar toda a humanidade. Conspiração formada por pessoas influentes, donas dos principais negócios e cargos políticos que movimentam a sociedade humana, e controle que lhe proporciona manter esse status.

Qualquer um de nós pode fazer gratuitamente pesquisas no Google, contas de e-mail em diversos servidores, perfis em rede social, canal de vídeos no Youtube, blogs para expressar suas ideias. Basta apenas ter uma conexão à internet e o aparelho que permite fazer uso da conexão e navegar pela rede. Quando se paga pelos dois recursos o custo é bem baixo.

Logo, como ganha dinheiro, por exemplo, o Facebook, o Whatsapp, o Instagram e o Twitter?

Esses serviços possuem cotas de usuários pagantes e cotas de anunciantes que veiculam publicidade nas interfaces de seus sistemas. Porém, o grande ganha-pão desses serviços vem de outra fonte. Eles são uma espécie de funcionários da conspiração. Comungam na mesma fraternidade e são pagos para preservar os interesses de seus membros, bem como evitar que seus segredos sejam revelados ou que pessoas se organizem para atacar a fraternidade e seus objetivos.

O que venho publicando talvez esteja fazendo alguma dessas coisas. Se faz, não tenho qualquer intenção de fazê-lo, só o de me expressar. A maior parte do que publico vem de minha intuição ou de análise de informações contidas em materiais que acesso livremente, sem qualquer dificuldade. Ou seja: qualquer um pode acessá-los.

O que o Twitter faz é tentar me desencorajar de publicar o que publico, não só naquela rede. A tática é me fazer pensar que estou aborrecendo pessoas com o que posto e por isso elas desistem de me dar atenção e de fazer parte do meu rol de seguidores.

Bem sei que não houve fuga alguma. A tecnologia de mineração de dados do Twitter consegue avaliar quem dentre seus seguidores pode ser desligado automaticamente pelo serviço sem que sinta que deixou de seguir você. Essa tecnologia verifica da sua lista de seguidores quem jamais reagiu às suas postagens ou já o fez com frequência bem baixa e há tempo que não faz, quem um feed seu jamais foi parar no mural dele durante sua navegação pelo próprio perfil, quem quando navega pelo perfil não dá atenção a nenhum dos perfis que segue, os tem por alguma razão, mas até se esquece que segue alguém, e quem já até clicou em postagem sua para vir alguma coisa, mas o clique é o único rastro deixado.

Esses são usuários elegíveis para sofrerem perda de “following” sem se dar conta. Alguns seguem tanta gente que fica ainda mais difícil para eles notarem baixas. E o Twitter ainda pode contar com o recurso de lhes gerar automaticamente “following” para compensar a desconexão caso isso seja necessário. Qual usuário daquela rede social já não se perguntou “ué, eu tô seguindo esse cara”?

Quero dizer ao Twitter, que jamais precisei de quaisquer dos meus seguidores. E o meu interesse em usar a rede é mais recreativo do que comercial. Se ocorrer de a rede apresentando qualquer motivo apagar meu perfil, será para mim como perder um seguidor: não fará qualquer diferença.

Portanto, continuarei manifestando minhas ideias onde tiver espaço, pois, como já justifiquei, se exponho o que não é para expor o faço sem ter qualquer intenção disso. A mesma exposição pode ser encontrada nos perfis de outras pessoas na própria rede. Se são segredos continuarão guardados observando-se a audiência que tenho, até mesmo sem sofrer baixas, e a quantidade de reações em postagens que alcanço em quaisquer dos veículos que dizem oferecer espaço para comunicação e expressão na internet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: