Bolsonaro e o porte de armas para pobre

Com tantos problemas cruciais que o Brasil tem, o foco do candidato à presidência da república Jair Bolsonaro está em destruir o PT e armar a população brasileira. Duas metas informalmente cumpridas, pois, o PT já pode ser considerado cachorro morto e a população armada sempre esteve.

Tá, o cara quer legalizar o porte de armas e isso é diferente. Mas, convenhamos, o que o cara populariza não é nem um pouco coerente. E aqui não vou entrar nas questões idiotas levantadas por esquerdistas, que debocham coisas como “um país onde a população não sabe ler vai saber atirar”. Eu sou a favor do armamento.

O que incide usar uma arma legalmente? Não se parece com obter CNH? O sujeito terá que fazer curso de tiro para tirar a licença. Ou seja: frequentar tiroescola. Vai ter que pagar teste psicotécnico, exame de saúde mental, aulas teóricas sobre uso de armas de fogo. Até que virá o teste de rua… ops: de tiro. Se aprovado, obtém o porte.

E você tem dúvidas de que isso vai ser igualzinho obter CNH? Pagar mais aulas pra autoescola, que nunca vai falar que você está pronto pro exame de rua. Repetir exames porque vão falar que você foi reprovado, quando nada disso teria acontecido. E a propina para os examinadores do teste de rua… ops: de tiro, te aprovarem senão na primeira tentativa, dentre as três primeiras?

Se mexer com licença pra dirigir carro se está propenso à muita corrupção, o que dizer de licença pra matar?

E depois que se tiver licenciado? Quanto se não deve ter que ter no bolso para obter uma arma que presta? E as caixas de munição? É um capitalismo que gira menos dinheiro em seu mercado do que o dos automotivos, mas, quanto menor o giro mais caros são os artigos que rolam no mercado.

Então, para bom entendedor um pingo é letra: Bolsonaro quer é armar o rico com a condescendência do pobre. É só o rico que terá condições de arcar com todas essas estapas. Não porque o pobre não terá dinheiro para isso, pois, de alguma forma ele arranja pra se habilitar à direção de um carro, mas, porque ele tem outras preocupações e despesas que vão sempre adiar o porte de arma. Ou seja: não vai mudar nada o país esse projeto do ex-militar presidenciável.

Aliás, muda sim, pois, podendo comprar armas e munições no mercado negro, que só existe por ser paralelo e funcionar na surdina, pagando preços acessíveis em armamentos e sem ter que gastar com licença e sem ter que deixar rastros de que pode ter sido o autor de certo tiro dado em um marginal qualquer, o pobre tem muito mais condições de se defender usando uma arma. E entre os riscos de se ser catalogado por ser portador de licença para ter arma de fogo existe o de ser incriminado e usado como bode expiatório em um crime praticado por um burguês ou por um político que precisam de alguém para culpar e se safar do crime.

É, na nossa pesquisa, nesta eleição 2018 ganha a abstnência ou o voto nulo,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: