A fórmula da realização

possosim

Você concorda que se você pensa em um sujeito que te causou um imenso desaforo você se enche de fúria? E em seguida, você se move a ir até ele tirar satisfação e dentre as possibilidades acaba brigando com ele? Em função da briga, duas das coisas que podem acontecer é você sair com um braço quebrado ou com um processo judicial por agressão?

Se você concorda com essas proposições, então, você admite que PENSAMENTOS produzem SENTIMENTOS, que nos movem à ATITUDES que nos retornam RESULTADOS.

Se isso é assim para o exemplo acima, por que não é para pensar em ter um bom emprego, sentir a alegria que se terá se puder tê-lo, se preparar para partir em busca de uma vaga nele e, por fim, obter sucesso material com o dinheiro que se ganha fácil quando se trabalha com o que se gosta?

Agora, consideremos que o resultado da primeira hipótese ocorreu devido a uma situação real. O que impediria o resultado alcançado na segunda hipótese se a situação sugerida ocorresse toda em sua mente?

As proposições podem ser hipotéticas, mas, os resultados são sempre reais. Quem vivencia na mente processos que no meio físico dão certos resultados os obtém neste meio. Não há outro lugar para os obter.

Quem é rico e bem amado na mente é na realidade coletiva. Simplesmente porque não faz qualquer sentido possuir no imaginário qualidades que só fazem sentido se experimentadas no mundo material.

Não há diferença entre ser rico ou pobre no plano mental. Não tem neste qualquer importância qualquer estado ou invenção criados para serem degustados no ambiente físico.

Portanto, se você ainda não vive a realidade que te satisfaz plenamente, que te satisfaz o tempo todo, treine sua mente para estar sempre a ter os pensamentos que fazem com que você tenha sentimentos que te movam à ações que te retornem na sua realidade os resultados que você deseja.

Essa leitura é só o começo! Preparo uma série de reflexões construtivas que lhe convencerão de que o melhor negócio do mundo é pensar.

Leia o livro “Todo o mundo quer me amar“. E nunca perca nossas reflexões!

Próxima postagem: “Quanto mais supremacia, mais decadência”.

Uma consideração sobre “A fórmula da realização”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s