#NãoVaiTerGuerra

Nada melhor do que iniciar esta postagem remetendo à “Redemption song” do Bob Marley. A canção da redenção. Sim, pois, a missão deste post é libertar o povo das garras dos viralistas do Whatsapp.

Inventaram agora que Jair Bolsonaro convocou jovens de 18 a 26 anos e mais os reservistas para participar da missão dos Estados Unidos no Irã e da Terceira Guerra Mundial. Pode?

E isto espalhou um medo danado nos desavisados que não fazem outra coisa que não pregar o olho na tela do celular e fitar os dedos mexendo nela.

Tá cheio de criador de fakenews por aí que não perde a chance de testar sua capacidade de influenciar massas. Fazem isso de graça, por pura diversão. Vão ganhar dinheiro se alcançarem sucesso expressivo na investida, com você replicando os virais. Há muito político que compra o desserviço desses caras. Vale cargo público e dos bons o investimento neles. Fakenew elege e hoje não temos a menor dúvida disso!

Mas, vamos refletir um pouco no caso de ponta de verdade nisso. Conheça a opinião do Mago Anael, que alguém compartilhou comigo e eu fiz o mesmo após ter visualizado o vídeo.

“Não há nenhuma nação no mundo que possa enfrentar belicamente os Estados Unidos.
A China só está apoiando o Irã porque acha desproporcional o poderio bélico norte-americano perante o Irã, mas, o país não interessa por haver o conflito.
Os líderes das nações buscam provocar guerras por motivos que interessam somente a eles.
Nos Estados Unidos, a maioria da população não quer o confronto com o Irã, mas, basta que o Irã cometa um atentado em território estadunidense para que essa população, patriota que é, autorize seu governo a atacar o Irã e quem quer que o apoie”.

(Mago Anael)

O Mago Anael é bastante cônscio na minha opinião, curto bastante ele, e ele está certísssimo no que prega.

Entretanto, todos nós sabemos da baixa moral que têm os líderes de nações, principalmente os dos Estados Unidos. Para prosseguirem com os seus objetivos e forçarem seus povos a aderirem as decisões de seus estadistas, fazem uso de operações de falsa bandeira para o fim de engenharia social.

Criam, esses líderes, dentro de seu país, por exemplo, focando no caso, um atentado grave e colocam a culpa no Irã. A população, principalmente a dos Estados Unidos, que é nerd e alienada, não possui senso crítico, dissernimento, e vai logo assinando por seus líderes, tomada pela sensação de revanchismo lhe criada artificialmente, os tratados de viabilização de guerras.

gettyimages-1161124

O melhor exemplo é recente. Interessado em atacar o Afeganistão e o Iraque, o Governo dos Estados Unidos, em 11 de setembro de 2001, teria jogado aviões no edifício World Trade Center, e em seguida, claramente, implodido – em tempo recorde os preparativos – o prédio ao lado e jogou as torres atacadas engenhosamente no chão. Rapidamente culparam o Afeganistão pelo suposto atentado. E após atingir o objetivo com este pais, culparam também o Iraque.

Os que estabelecem as verdades para acreditarmos classificaram essa versão como teoria conspiracionista, mas, essa versão é muito mais mastigadinha e redondinha do que a que eles querem que engulamos. Concordam?

Torço para que a intelectualidade do estadunidense médio tenha crescido e ele não caia novamente nos truques que seus líderes armam junto a outros líderes mundiais para atingirem objetivos próprios, sendo que o cidadão comum mesmo não ganha nada por apoiar o terrorismo legitimado. Embora nos Estados Unidos o americano médio pense que ganhe.

E quanto ao boato sobre o recrutamento do brasileiro para a guerra, se eu estivesse na tal faixa etária eu simplesmente desertaria. Se o Governo deve obrigação aos Estados Unidos ou ao Irã, que vá sozinho cumprí-la. Eu não concordo com o fascismo dos norte-americanos e nem o atual nacional.

Aí me respondem: “Vão te buscar onde quer que você esteja“.

Certo! Será à força, ok!”

Mas, o que acontece se eu resisto? Sobrará para eles me matarem, não é mesmo? E se eu não resisto? Vou ser mandado para um front de batalha pra morrer, correto? Ou seja: Eu só tenho a morte como escolha. Só ganham Eles.

Morrer por morrer, escolho eu a causa. E não vai ser por lutar por motivo que eu não concordo ou por patrão que eu não tenho. O que eu faria eu já escrevi em outro post: “Ande sempre com uma capsula de cianeto no bolso“.

Nunca perca nossas postagens! Adquira o livro “Os meninos da Rua Albatroz” e aprenda a pensar fora da caixa!

Old pirates, yes, they rob I
Sold I to the merchant ships
Minutes after they took I
From the bottomless pit
But my hand was made strong
By the hand of the Almighty
We forward in this generation
Triumphantly

Won’t you help to sing
These songs of freedom?
‘Cause all I ever have
Redemption songs
Redemption songs

Emancipate yourselves from mental slavery
None but ourselves can free our minds
Have no fear for atomic energy
‘Cause none of them can stop the time
How long shall they kill our prophets
While we stand aside and look?
Some say it’s just a part of it
We’ve got to fulfill the Book

Won’t you help to sing
These songs of freedom?
‘Cause all I ever have
Redemption songs
Redemption songs
Redemption songs

(“Redemption songs”. Bob Marley)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: