Qual a dificuldade em encontrar a cura para a Covid-19?

vacinacao

FONTE DA IMAGEM: Canal do Pet

Algo me intriga. Se o coronavírus é um vírus manipulado em laboratório, então, já possuem o antídoto da doença que ele causa porque é esse o modi operandus de quem manipula vírus letal para propósito de guerra biológica ou de bioterrorismo.

O portador do antídoto aguardará o cumprimento do objetivo com o vírus e logo aparecerá oferecendo a cura a um salgado preço, o qual, por estarem aterrorizadas, todas as populações do mundo aprovarão que seus governos destinem a vultosa soma de dinheiro ao laboratório vil e mercenário.

Em vez do governo deveriam ser as grandes corporações a pagarem pela vacina, pois, são seus colaboradores e consumidores que estão sendo afetados. Já pensou a Exxon-Valdez ou a Coca-Cola falindo por falta de trabalhadores e de compradores do seu produto porque foram dizimados pela pandemia administrada? Mas, o pânico é criado no povo exatamente para não se ter a serenidade necessária para exigir isso.

Se a manipulação visava uso em estratégia biológica, o maior suspeito do ataque seria a China, de acordo com o que noticiam sobre a origem do vírus, a atual situação de controle da epidemia que a China se encontra e o caos em que se vê o mundo, principalmente os Estados Unidos, que favorece seus interesses políticos e comerciais. Mas, ninguém escapa de ser o culpado atrás do coronavírus. Nem os Estados Unidos, nem a Itália e nem Israel.

Se nada tem a ver com manipulação viral e ação terrorista o ensejo, uma informação constante que pode ser considerada oficial é que o vírus é uma variante do coronavírus. O coronavírus original é um vírus que afeta apenas os animais, como os cães e os gatos, que se infectariam devido à ataque de morcegos.

Seus efeitos em humanos teriam iniciado em 2012 na Arábia Saudita, conforme a Wikipédia, e chegado ao homem devido a hábitos alimentares exóticos que teriam probabilizado o consumo de carne infectada com o vírus. A China, por exemplo, talvez por causa dos problemas que possui com abastecimento alimentar de sua enorme população teria desses hábitos exóticos. Por lá comeriam cobras, ratos e morcegos.

A vacina anti-rábica, que combate o vírus da raiva, é aplicada em animais domésticos como prevenção. No homem ela é aplicada apenas em casos de transmissões do vírus da raiva por meio da saliva canina por exemplo.

Um dos transmissores da raiva a esses animais é o morcego. O morcego também transmitiria a eles os dois tipos de coronavírus inicialmente detectados. Os que poderiam ter sofrido mutação ao ser absorvido por humanos através de ingestão.

Esses dois tipos são combatidos nos animais domésticos através de vacinação. De 6 a 8 semanas de vida do animal são administradas as vacinas V8 e V10.

A pneumonia é o quadro mais crítico da Covid-19. A medicina já tem sob controle o tratamento da pneumonia há muitos anos. Basta uso de penicilina, como o Benzetacil, para que os mais jovens não alérgicos à penicilina se safem da doença. Já os mais velhos, devido à baixa imunidade sempre foi mais complicado medicar, porém, não é isso privilégio da Covid-19.

Com todo esse conhecimento sobre o combate aos coronavírus originais e tratamento da pneumonia, será mesmo que estão encontrando dificuldades para controlar a Covid-19?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: