Bem-vindo ao Governo Temer – Pt.4

DOUTRINAÇÃO ESCOLAR ANIQUILADORA DE MENTES

menteabertanao

Usar o setor de educação para adestrar as pessoas para ter o comportamento que o Governo espera e lhe facilita a gestão é próprio de qualquer governo. Todos que tiveram sua chance de governar fizeram isso. A instituição escolar depende do Governo, tem até ministério para regulamentar o que ela passará para os alunos, por essa razão ela não tem a liberdade de ação que teria a Mídia, se esta não fosse escrava do dinheiro.

No entanto, o que pretende fazer o ministro da educação de Michel Temer, Madrogo Filho,  conforme reportagem do Diário Pernambucano, é completamente incoerente. Ele pretende enxugar o Ensino Médio, tirando da grade curricular algumas disciplinas. Até aí, tudo bem, não há nada de estrondoso. A questão são as disciplinas que ele quer se ver livre delas e os motivos que o levam a isso.

Por serem disciplinas que foram introduzidas na grade escolar pelo PT, ele pretende extinguir as matérias filosofia, sociologia e história – esta última vem sendo lecionada normalmente nas escolas bem antes do Regime Civil – e retornar com a matéria Moral e Cívica, que foi introduzida aos estudantes secundaristas no Governo Vargas e passou pela mão dos militares, junto com OSPB – Organização Social e Política Brasileira – por toda a década de 1970, até serem as duas disciplinas retiradas da grade.

O que teme este governo para impedir os professores de lecionar conteúdo que ajudam as pessoas a despertar um pensamento independente e nobre? Disciplinas que fazem pensar e questionar? A massa se tornou mais intelectual e questionadora nesses anos petistas. Isso é inegável. Tanto é que com tanto jogo sujo feito através da grande mídia para arrematar seu voto para o PSDB, ainda assim o eleitor não sucumbiu aos golpes e escolheu Dilma Rousseff para presidir a nação novamente.

E, agora, a mesma coisa acontece: rios de campanhas para forçar a massa a entender que a troca de presidente não foi um golpe e que Temer merece uma chance por parte da maioria da população para trabalhar pela nação não passam de gasto inútil de dinheiro. Caem máscaras, desaba-se egos de marqueteiros, mas o povo não engole mais arrogâncias e maldade de gente corrupta e mentirosa.

E isso se deve ao ensino petista, que não teve medo de levar filosofia e sociologia para a sala de aula, correndo o risco de criar uma intelectualidade que pudesse enxergar os próprios defeitos do partido e se virar contra ele, e não à leitura de gibis como “A turma da Mônica”, que narra o dia-a-dia de crianças muito bem nascidas da sociedade paulistana, conforme está resumido no livro “Os meninos da Rua Albatroz“.

Se o ministro realmente disse que aprendeu mais História lendo revistas em quadrinhos do Maurício de Souza, ele certamente aproveitou mesmo foram as histórias do Cascão, pois o que ele faz é uma sujeira com a população carente de canais de propagação de informação que priorizem o despertar de sua intelectualidade. Esse governo deve estar querendo é que a população continue exposta aos veículos e objetos da grande mídia, que emburrece e infantiliza o cidadão e o torna obediente ao sistema. Mas, a escolha continua sendo sua. Busque os livros. E para irritar, vai atrás dos que ensinam filosofia e sociologia que você vai passar de ano muito mais sábio, feliz e livre.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s